Critérios de Avaliação

O instrumento CCAAIQ – Critérios de Avaliação e Construção de Artigos em Investigação Qualitativa (ver Quadro 1) está organizado em três grandes áreas: i) Questões e Objetivos de Investigação, ii) Metodologia e iii) Resultados e Conclusões. A primeira área é composta por três questões orientadoras e um conjunto de questões gerais. A segunda área inclui quatro questões orientadoras e constitui o foco mais detalhado e exigente sobre a metodologia. A terceira e última área é composta por 5 critérios que incidem sobre as questões de investigação, os resultados e conclusões em termos da sua coerência.

Quadro 1 – Critérios e Questões Orientadoras do CCAAIQ

  Questões Orientadoras Orientações Gerais
Questões e Objetivos de Investigação 1- Existe a inclusão de questões relacionadas com as temáticas do Congresso, nomeadamente a metodologia de investigação qualitativa? Quais são as temáticas do congresso? Onde se encaixa o seu artigo diretamente? O seu artigo é transversal a mais de uma temática? Quais? Existe no título, resumo ou na introdução uma indicação clara das problemáticas metodológicas, técnicas e ferramentas utilizadas na investigação qualitativa?
2 – As questões de investigação estão claramente formuladas? As questões de investigação têm destaque e são claras? Existe um sistema hierárquico de questões e/ou sub-questões de investigação?
3 – A fundamentação teórica é atualizada e articulada com o tema ou objetivos do estudo? Quantos autores internacionais são citados como base do trabalho? As publicações “clássicas” são citadas de forma articulada com outras publicações (por exemplo, últimos 5 anos)?
Metodologia 4 – A opção metodológica é coerente com o problema e as questões de investigação? Todas as questões de investigação enunciadas são contempladas no desenho metodológico? É fácil perceber a sua coerência? Existe alguma tabela ou figura que explicite a sua relação?
5 – A recolha de dados está descrita de forma clara (i.e. informação sobre a disponibilidade ou origem dos dados)? Quais os dados que serviram de base para a construção de respostas às questões de investigação? Existem justificações sobre os processos éticos (autorizações e consentimento informado dos sujeitos envolvidos)?
6 – Os métodos e técnicas de análise de dados são adequados ao estudo? Quais os métodos utilizados? As técnicas de análise são apresentadas? Estão descritos de forma clara? São apresentados elementos de um sistema de análise, tais como dimensões, categorias e subcategorias? São coerentes com as questões de investigação?
7 – É explicado o processo de codificação (i.e. número de investigadores envolvidos, dimensões, categorias de análise)? Qual o processo e o número de investigadores envolvidos na codificação? É explicado como foi validada a codificação? Existe a preocupação em mostrar quão rigoroso e sistemático foi este processo?
Resultados e Conclusões 8 – A quantidade e qualidade dos dados apresentados possuem potencial para uma análise qualitativa relevante? Os autores indicam que a quantidade e qualidade dos dados são consistentes e suficientes para responder às questões de investigação? Existe diversidade de fontes e características de dados?
9 -A discussão dos resultados tem por base a fundamentação teórica e as questões de investigação apresentadas? Qual o poder de argumentação patente na discussão dos resultados? Estão articulados com a fundamentação teórica e com os objetivos e questões de investigação do trabalho?
10 – Nas conclusões são apresentadas sínteses dos argumentos que dão suporte aos resultados? Existe nas conclusões uma síntese dos resultados? Estas conclusões estão relacionadas com as questões de investigação? Existe triangulação das conclusões com a literatura? São apresentadas as limitações destas conclusões?
11 – As conclusões oferecem algum contributo para as metodologias qualitativas? Qual a relevância dada à investigação qualitativa nas conclusões? É possível identificar alguma conclusão direta ou indiretamente ligada à metodologia qualitativa?
12 – Concorda com as contribuições (implicações, impacto) para o desenvolvimento da investigação qualitativa mencionada pelos autores? É possível identificar as implicações do processo, resultados e conclusões do trabalho? É apontado o impacto ou possíveis impactos do trabalho em diferentes esferas de influência (formação, investigação, sociedade etc.)?

Nota: ler o texto inserido pelos autores no campo “What contribution does the article bring to Qualitative Research and the CIAIQ?” disponível no EasyChair (junto ao resumo).

Referências

Brien, B. C. O., Harris, I. B., Beckman, T. J., Reed, D. A., & Cook, D. A. (2014). Standards for Reporting Qualitative Research : Academic Medicine, 89(9), 1245–1251. http://doi.org/10.1097/ACM.0000000000000388

Costa, A. P., & Souza, F. N. de. (2017). Critérios de Construção e Avaliação de Artigos em Investigação Qualitativa (CCAAIQ). In A. P. Costa, F. N. de Souza, & D. N. de Souza (Eds.), A prática na Investigação Qualitativa: exemplos de estudos (1a, pp. 17–25). Oliveira de Azeméis – Aveiro – PORTUGAL: Ludomedia. Consultar artigo

Costa, A. P., Souza, F. N. de, & Souza, D. N. de. (2017). Critérios de Avaliação de Artigos de Investigação Qualitativa em Educação (Nota Introdutória). Revista Lusófona de Educação, 36, 61–66. http://doi.org/10.24140/issn.1645-7250.rle36.04

Costa, A. P. (2016). Processo de construção e avaliação de artigos de índole Qualitativa: possíveis caminhos? (Carta Editorial). Revista da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 50(6), 890–891. http://doi.org/http://dx.doi.org/10.1590/s0080-623420160000700002

Healthcare, B. V. (2013). Critical Appraisal Skills Programme (CASP). Retrieved November 25, 2016, from http://www.casp-uk.net/casp-tools-checklists

Tong, A., Flemming, K., McInnes, E., Oliver, S., & Craig, J. (2012). Enhancing transparency in reporting the synthesis of qualitative research: ENTREQ. BMC Medical Research Methodology, 12(1), 181. http://doi.org/10.1186/1471-2288-12-181

Tong, A., Sainsbury, P., & Craig, J. (2007). Consolidated criterio for reporting qualitative research (COREQ): a 32- item checklist for interviews and focus group. International Journal of Qualitative in Health Care, 19(6), 349–357. http://doi.org/10.1093/intqhc/mzm042