Temáticas

IMPORTANTE: Sendo um congresso internacional sobre Investigação Qualitativa, 1/3 do artigo deve ter enfoque na metodologia. Este enfoque deve analisar as relações entre as questões de investigação, teorias e resultados com a metodologia utilizada. As conclusões devem refletir a importância da metodologia utilizada com base nos resultados do trabalho e na literatura internacional já publicada na temática. Artigos que não respeitem este critério serão devolvidos para retificação ou rejeitados.

Campos de Aplicação:

Podem ser submetidos trabalhos cujos Campos de Aplicação abranjam as seguintes áreas:

  1. Investigação Qualitativa na Educação(ênfase nos processos de Investigação nas diversas áreas do Ensino Superior, Ensino básico, Avaliação, Currículo, Didáticas, Ensino de Ciências, Línguas, História, Tecnologia, etc.)
  2. Investigação Qualitativa na Saúde (ênfase nos processos de investigação nas áreas de Medicina, Enfermagem, Geriatria, Gerontologia, Psicologia, etc.)
  3. Investigação Qualitativa nas Ciências Sociais (ênfase nos processos de Investigação nas áreas da Comunicação, Artes, Linguística, Sociologia, Antropologia, Psicologia das Organizações e do Trabalho, Administração, Marketing, Gestão e Economia, Ciência Política, etc.)
  4. Investigação Qualitativa na Engenharia e Tecnologia (ênfase nas metodologias de suporte baseadas em computador e no software para investigação qualitativa e na investigação qualitativa nas áreas da Engenharia e Tecnologia, Sistemas de Informação e Educação em Engenharia)

Temáticas:

A) Fundamentos

  1. Fundamentação e Paradigmas de Investigação Qualitativa (estudos teóricos, reflexão crítica sobres as dimensões epistemológicas, ontológicas e axiológicas)
  2. Sistematização de estudos com Abordagens Qualitativas (revisão da literatura, integração de resultados, agregação de estudos, meta-análise, meta-análise qualitativa, meta-síntese, meta-etnografia)
  3. Investigação Qualitativa e Métodos Mistos (ênfase em processos de investigação que se apoiem em metodologias mistas mas com prioridade às abordagens qualitativas)

B) Operacionalização

  1. Tipologias de Análise de Dados (análise de conteúdo, análise do discurso, análise temática, análise de narrativas, etc.)
  2. Processos inovadores de Análise Qualitativa de Dados (desenho de análise, articulação e triangulação de diversos fontes de dados – imagens, áudios, vídeos)
  3. Investigação Qualitativa em Contexto Web (eResearch, etnografia virtual, análise de interações, corpus latent na internet, etc.)
  4. Análise Qualitativa com Apoio de Software Específico (estudos de usabilidade, user experience, impacto do software na qualidade de investigação e da análise)